21/08/2014

Cigarros, vícios, metáforas e Augustos Watters


Desde a primeira vez que vi o filme A Culpa é das Estrelas, me apaixonei pela história do Augustos e da Hazel. - Não dá vontade ter ter um amor assim ? (ownt ) - Mas não é exatamente sobre o casal que quero falar. No filme, o Augustos usa o cigarro como uma metáfora. Ele diz algo como "se eu não acender, ele não terá efeito sobre mim". Parece estranho no inicio, até engraçado, depois você percebe que ele tem razão. Lembro de ter pensado também que era mais uma forma de ele chamar atenção da garota que estava afim. Parecer descolado ou algo do tipo, mas não é bem assim..


Estava indo ao supermercado dia desses depois de ter visto o filme pela primeira vez,vi uma carteira de cigarros no chão,lembrei da metáfora do Augustos, percebi também que no filme o Gus só coloca o cigarro na boca quando fica nervoso, algo assim. Quando chamou a Hazel pra sair por exemplo,ou na primeira vez que viajou de avião (haha). Até aí tudo bem, - mais onde eu quero chegar? - É que com isso eu percebi que com as pessoas ao nosso redor,aquelas que realmente usam o cigarro, não têm o controle sobre aquilo que ao acenderem, lhes prejudicam. Vi o quanto isso é mais uma forma de mascarar suas dores, fracassos, medos. Elas tentam fugir daquilo que lhes parecem ruim, acabam se refugiando nos vícios, que a longo prazo, é bem pior. 

Aparentemente aquele sentimento que as afligiam ou destruíam,parece ser resolvido,s ó que verdade ele permanece lá (o vício) acumulado ou escondido. Sei que é triste pensar nisso,ver por esse lado, mais é necessário pra poder entender. Na maioria das vezes permanecemos calados diante dessa situação.  É importante refletir sobre isso porque não acontece somente com pessoas que fumam - é aí quem eu quero chegar, - são pessoas que sofrem com o vício em drogas, álcool, jogos, compras (compradores compulsivos), outras desenvolvem problemas sérios de saúde, distúrbios alimentares, uma infinitude de problemas.

Bom já ouvi de muita gente, "aquela pessoa só tá nessa porque quer".. Se fosse fácil assim! Mas não é. Digo que se essas pessoas que julgam tanto as outras, deveriam estender a mão e ajuda-las a levantar, invés disso; Infelizmente ou felizmente, as pessoas só tendem a querer ajudar quando acabam sofrendo na pele junto de alguém que muito ama. Essa dor que passam acaba agindo como uma forma dela aprender. Sim, aprender com o sofrimento.. É lutar, ter compaixão, misericórdia, amor. Amor, amar mais ainda as mesma pessoas, justamente porque não merecem - É quando mais precisam de apoio e ajuda. 

Confesso que eu mesma já julguei, lembro de ver gente nas ruas, bêbados ou com cigarros e achar feio,ficar com raiva porque essa ou aquela pessoa estava fazendo mal pra si mesma e pro próximo, mas só agora pude entender isso.

Como eu faço pra ajudar? Penso que devemos começar por quem amamos, ver o sofrimento escondido nelas, dar a mão, insistir (porque não é fácil), mostrar que elas tem alguém ao seu lado, alguém que se preocupa e as ama. Alguém que diga a elas que são fortes, que vão conseguir, que podemos lutar com elas. Ainda é possível, sim, recomeçar, dá a volta por cima, trilhar um novo caminho e seguir adiante. 

Muita força pra você que, como eu, já enfrentou alguma dor na vida e isso fez com que tivesse forças para lutar e estender a mão ao próximo, a alguém que talvez precise tanto quanto você um dia já precisou, e nesse momento Deus colocou as pessoas certas na sua vida. Pessoas que te deram a mão e o ajudaram a levantar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Inspiraflor | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 | POR:
NOS VISITEVIRANDO AMOR