23/09/2014

A Culpa é das Estrelas (Ou do amor?)


Seria uma honra ter o coração partido por você -
A Culpa é das estrelas

Porque será que quanto mais você parece gostar de alguém, mais você tem chance de ter seu coração partido? Não deveria ser ao contrário? Porque as pessoas só sabem mesmo dar valor de verdade a algo (alguém) quando demoram pra conseguir?

Semana passada, depois de assistir mais uma vez A Culpa é das Estrelas, fiquei pensando em quando a Hazel decidiu se afastar do Augustos. Ela pensava que poderia ferir o coração dele, caso algo acontecesse a ela (por causa da saúde dela), e ele poderia sofrer por causa dela. Só que a atitude do Gus diante disso, foi assim meio que .. "Mais, pra mim seria um privilégio ter meu coração partido por você" Aí voce meio que fica pensando consigo, quando alguém realmente gosta da outra pessoa de verdade, como o Gus demostrou o quanto gostava da Hazel, essa mesma pessoa está disposta a enfrentar tudo em nome do que sente pelo outro. O Gus também diz pra Hazel algo como "todos os seus esforços de me manter longe de você não vão funcionar"

A culpa é do amor. Sim, porque finalmente voce consegue sentir algo por alguém outra vez (depois das decepções que já sofreu antes), parece que enfim vai dar certo, afinal parece essa pessoa corresponde o que voce sente. Só que voce acaba tendo que recolher seus sentimentos, porque a pessoa por quem voce estaria disposta a “ariscar alguns espinhos pra conhecer o perfume da rosa” , digamos assim.. rejeita seu amor, não por não sentir nada, mais por que diz ele “não a mereço”. E voce não tem a mesma coragem que o Augustos teve de dizer pra Hazel que não se importaria, que seria um privilégio também ter o coração partido por ela. Porque no fundo, lá no fundo voce sabe que é exatamente o que você menos quer que aconteça.

Talvez o Augustos soubesse que valeria á pena. Pra mim, parece ao contrário, como se os papéis trocassem de lugar (e gênero). Por que que as coisas ficam mais difíceis quando tenho que ser eu "o Augustos". E o que eu sei sobre o amor? Além de ter sido magoada e confundir os sentimentos tantas vezes?

Mesmo que as coisas se acabem se acertando, como a Hazel aceitou o amor do Augustos mesmo sem achar merecer, não sei se saberia lidar com as consequências, das feridas que “os espinhos” poderiam deixar em mim. Talvez, um dia eu saiba, como o Augustos soube que valeria á pena ariscar pela Hazel, talvez eu descubra se pra mim vai valer. E se não for ele “a Hazel” certa pra mim, um dia, o tempo irá se encarregar de colocar as coisas no lugar certo na minha vida também.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Inspiraflor | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 | POR:
NOS VISITEVIRANDO AMOR