11/02/2015

Cidades de Papel (John Green)

"Uma cidade de papel para uma menina de papel"
 Margo, Cidades de Papel

Não tem jeito, não.. Agora é oficial, John Green é mesmo meu autor favorito! Sei que a maioria das pessoas que leram A Culpa é das estrelas, ficaram bastante ligadas ao sucesso que o livro fez e acabam criticando os outros livros que vieram a ser publicados depois, porque ainda não superaram Hazel e Gus, aí começam o mimimi - gente  na boa, parem ta?  Mas, se querem saber, para mim particularmente, a cada livro  que leio do John, tenho uma surpresa nova; Ele é cheio das manhas em construir personagens com o humor-inteligente que eu tanto gosto, e que até agora, só encontrei nos livros dele.

Eu sei que sou até suspeita pra falar, mas vou falar mesmo assim. Esse livro foi bem fundo em mim, ele refletiu em minha alma - sério - , sabe aqueles livros que você termina a leitura e fica tipo "Mas já acabou?" "Não pode! Eu quero que continue'' Eu fiquei bem assim!  Saudades do Q., de Ben, Radar, da Lace também (Eu realmente queria que eles fossem reais, caramba, cês não têm noção da comédia que é, quando esses quatro estão juntos. Imaginem só isso tudo em uma viagem de carro pelos U.S.A á procura de Margo)

E quantas vezes na vida, você se pega olhando pra alguém e imaginando toda a vida dessa pessoa, sem ao menos conhecê-la de verdade?! Nisso, você acaba formando opiniões sem conhecimento, criando preconceitos, enfim..  Esse livro me fez refletir bastante sobre isso também. Como disse, agente não termina a leitura dele sem que  nos acrescente algo bom.

  O personagem de Margo segue aquele estereotipo de ''A garota mais bonita da rua ou da escola'' por quem facilmente todos os carinhas ficam a fim. Mas o que  é surpreendente nela, é que ela não é uma patricinha fútil, como a gente vê naqueles típicos filmezinhos americanos, em que as garotas mais bonitas e populares são líderes de torcidas chatinhas, e saem tratando mal, todo mundo; Não espere por isso! Margo é bem.. diferente.
Isso sempre me pareceu tão ridículo, que as pessoas pudessem querer ficar com alguém só por causa da beleza. É como escolher o cereal de manhã pela cor, e não pelo sabor  Cidades de Papel 


A CORAGEM QUE MARGO ME FEZ QUERER TER 

Em outras palavras, Margo tem o espírito livre e busca sua independência - isso é algo que marca bastante o livro também.  Sem falar no mistério que  é a vida dela.. Ela sempre foi fascinada por mistérios, desde criança (E eu não pude deixar de imaginá-los como Up! Altas aventuras, Carl e Ellie, porque eles eram vizinhos e brincavam juntos, quando criança..  Q. era mais quietão, que nem o Seu Frederix, e  Margo era mais como a Ellie, mesmo)

 Fazer o quê Margo fez, confesso, me deu certa inveja da coragem dela. Eu o tempo todo, era só  "Caraca, que menina massa! Queria ter coragem de enfrentar as coisas de frente, assim..''  E quem não quer? Com ''enfrentar as coisas de frente'' quero dizer que ela é um tanto inspiradora.  Porque quando um cara faz uma menina de trouxa, traindo ela com a melhor amiga, como foi caso da Margo e de tantas meninas por esse mundo afora. E eu bem sei que as reações podem ser  diferentes, depende de cada garota.


Tem aquelas que preferem ficar sofrendo, mentindo para si mesmas.. Tem aquela que chora um rio e promete que nunca mais vai falar com as tais pessoas (Eu), e tem a Margo, que grita no meio de toda escola, na cara dos dois, elabora um plano, e sai com Q. no meio da noite para fazer um trote,  e se vingar do ex cachorro e a amiga da onça. Deixa um recado escrito em um peixe morto, com algo do tipo "Sua amizade, ou , seu amor dorme com os peixes" (Gente, essa menina ganhou meu respeito) Ah, sem falar que ela arrumou um jeito de fazer com que os pais da tal amiguinha, descobrirem que os dois estavam se pegando dentro da casa deles.. Arruma um jeito de travar o controle da direção do carro do ex.. Rouba as roupas do coitado (coitado nada!), e deixa que ele volte pra casa sem as calças, e sem o carro. Uau! E aí o que vocês acharam, meninas? Bora aprender com a Margo?! 😛

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Inspiraflor | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 | POR:
NOS VISITEVIRANDO AMOR