25/09/2015

Crítica aos leitores intolerantes a livros de sucesso da atualidade (Generalizações)


Bom gente, o fato é que, já faz um bom tempo que venho percebendo isso e que vem me incomodando nesse aspecto. Principalmente em resenhas que leio (em forma de crítica) sobre esses livros nos blogs. E eu comecei a não gostar de ver falarem mal de tais livros pelo simples fato de que algumas pessoas acabam julgando autores e livros, bons de verdade,  só porque se tornaram tão populares a ponte de todo mundo praticamente passar um bom tempo só falando neles. É quando ESSES LEITORES INTOLERANTES começam a reclamar tipo ''ih, virou modinha'' ''não presta'' ''livro patético..'' É daí pra pior! E eu Sou totalmente conta esse tipo de atitude, especialmente quando falando de John Green  (logo ele que faz parte do meu trio de autores favoritos, no topo da lista junto com a diva literária Meg Cabot e Khaled Hosseini). Tenho total consciência que tudo na vida é uma questão de gosto e opinião, e cada uma tem a sua, não é mesmo? Mesmo assim não deixo de ficar triste com esse tipo de atitude das pessoas. Alguns chegam tão longe nisso, que totalmente desvalorizam a pessoa do escritor. E eu me coloco no lugar desses escritores e imagino que não gostaria se fosse de mim que julgassem de tal maneira. 

PERGUNTAS (QUE REQUEREM RESPOSTAS)

Será que todo o sucesso dos seus livros,  não se deverá ao fato ela fez algo bom de verdade? Será que isso não é sinal de que algo que deu certo? Sei e imagino o quanto muitos deles demoraram pra conseguir o que têm hoje, digo, quanto ao reconhecimento em ser escritor. Um dia já foi muito difícil, um dia já disseram pra eles que não conseguiriam  estar onde estão.. Mas eles chegaram.. E graças a esses milhões de pessoas legais que leram seus livros, riram com eles e quiseram compartilhar com outras pessoas, é que eles puderam ser um sucesso. Sucesso esse que ALGUNS ainda insistem em menosprezar  enquanto tacham seus livros por uma ''modinha'' qualquer. Eu só acho que algumas pessoas deveriam pensar bem e realmente conhecer o trabalho deles (não apenas por ter lido um livro pela metade com preguiça). Só assim poderiam, e com razão, dar uma de críticos.

 FALANDO DO MEU AMOR PELA ESCRITA DO JOHN GREEN

 Confesso que, é justamente o que faz  muitos DESGOSTAREM da forma como John escreve que me faz amar ainda mais os livros dele! John é único no jeito que escreve, tem um estilo que não se  pode comparar. Gosto da forma como ele encara as coisas ''bobas'' da vida de forma bem-humorada, oque em geral, é levado positivamente diante de situação difíceis da vida. Coisas que muita gente tem que passar em algum momento da vida. Seja uma doença terminal como Hazel e Gus de A culpa.. Ou até o fim de um relacionamento que não deu muito certo, como foi com o Colin Sington de Teorema de Katherine.

 Amo o humor do John porque é tão inteligente e sagaz, ao mesmo tempo.. As entrelinhas estão sempre cheias de sacadas que você tem que se ligar, ABRIR A MENTE DE ALGUMA FORMA! Sem falar que ele tem aquele jeito de professor que te faz amar as aulas (já tiveram um professor assim?) daqueles que nem te dá preguiça de levantar cedo em uma segunda-feira de um dia qualquer, porque você sabe que vai ter aula dele. Não é como aquele professor chato que só chega e te pede pra abrir um livro e escreve mil coisas num quadro, sem nem olhar pra sala adiante dele (como quem tá de C* com a vida). 

 É só a minha forma de ver as coisas! Acabei até usando uma metáfora pra explicar a COISA TODA, perceberam?! Talvez o fato de ler tanto (e gostar) dos livros de John estejam me deixando com esse dom pra metáforas também (Hello, Augustus Watters..) Espero ler a opinião de vocês (fãs ou não).. Afinal estamos todos aqui, escrevendo também, e, SIM, É IMPORTANTE! Obrigada a quem leu até o fim.

2 comentários:

  1. A minha opinião vc já sabe kkkkkkkkkk, eu tenho um pé muito atrás com livros "da modinha". Tem um zilhão de livros que só leio depois que a tempestade passa, porque acho que as vezes a minha impressão sobre a leitura acaba prejudicada. Foi assim como a trilogia do Gabriel. Gostei muito mas só li bem depois, pois era tanta gente falando que sempre fico com um pé atrás. As vezes pode ser apenas um bom marketing (que aliás tiro o meu chapéu para isso). Enfim.......
    Meg Cabot como Patrícia só me deu decepção kkkkkkkk, os que li ....nossa, achei um porre de chato kkkkkk, mas ainda estou na busca de algum que me agrade, ainda vou achar. Mas JG com certeza não é para mim, essas tais "metáforas" não me ganharam.....
    Mas no final que bom que todos temos gostos diferentes, né? Se não ia ser muito chato
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo e discordo ao mesmo tempo, Rê! Mas gosto é gosto, afinal.. Da Meg, nunca li nada que ela fez em pseudônimo..

      Já teve um tempo que eu me fechava assim, porque dizia que ERAM MODINHAS e eu não queria ser taxada como fazendo parte disso.. Mas eu me arrependi de coração.. Porque, depois, só por curiosidade decidi que ao invés de ter a opinião formada sem ao menos conhecer, eu deveria conhecer primeiro,, E foi nessa e outras que eu acabei me apaixonando por praticamente todos eles.. O primeiro da lista foi o JOHN com A CULPA.. E depois AS VANTAGENS DE SER INVISÍVEL (porque uma amiga me falou tanto que me convenceu, de certa forma talvez, ela ajudou a ver com outros olhos, a derreter o gelo no coração que era uma barreira e um pretexto que me impediam de conhecer boas histórias de verdade) Depois veio Pat Peoples em O LADO BOM DA VIDA.. Ainda é uma meta, mas também pretendo abrir meu coração pra acolher SE EU FICAR (que também, graças a outra amiga, assisti o filme e chorei rios e mares)

      As pessoas também criticam muito NICHOLAS SPARKS, mas não abro mão de um bom romance escrito por ele. Ele é realmente bom no que faz, aqueles romances são de reacender a chama de muitos corações.

      Aprendi muitas boas lições com esses livros, verdades que levo pra vida inteira. <3

      É só a minha opinião, Rê, mas particularmente eu te aconselharia a tentar dar uma chance.. Ás vezes se a gente olha pra algo com o coração e a mente aberta, as coisas e as pessoas podem nos surpreender. E É DAÍ QUE NASCE O EXTRAORDINÁRIO! (Fica a Dica!)

      hahahhahahahahhaaha (OBRIGADA por responder!)

      Excluir

Inspiraflor | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 | POR:
NOS VISITEVIRANDO AMOR