15/12/2015

Uma longa jornada (The Longest Ride)

Capa+-+Uma+Longa+Jornada.jpg (600×429)
(mais um romance apaixonante para uma romântica assumida)

Quando me deparei com esse livro, mais um do Nicholas, eu comecei, claro, com expectativas, porque ao contrário de que muita gente diz "Ah, os livros do Nicholas são todos muito clichês..'' Enfim, voces já conhecem a ladainha dos anti-romances.. Mas eu, ao contrário deles, não vejo problema nenhum em um romance ser clichê. O que acontece com todos os livros do Nicholas que já li até agora, é que, sim, gente, pode mesmo ser clichê! Mas e daí!? É bom.. E é isso que importa não é não?

Pelo o menos pra mim, apenas o Nicholas tem essa capacidade de acender uma chama aqui dentro.. Com os romances que até podem ser clichê, mas são muito bem escritos, admita! Os livros dele são, geralmente, daqueles que te prendem, de cativam do inicio ao fim. E, pergunte por aí, é muito difícil de ver as pessoas dizendo que abandonaram um livro dele pela metade, que não quiseram terminar de ler. Pode até ser que, depois de terminar a leitura venham com as críticas e mimimi's, mas terminam pra depois falarem. E eu acho o fato de perceber isso uma coisa, uma característica interessante de observar. 

Bom.. Mas vamos falar do romance agora! (Quis começar, logo defendendo minha paixão pelos romances dele, pra que vocês que possam estar visitando o blog pela primeira vez por causa desse livro, saibam que sou fã assumida do Gênero e isso incluí, claro, amar de paixão a escrita do autor). 

(Ira x Ruth)

Confesso pra vocês que me apaixonei pela capa que fizeram com Luke e Sophia (essa pegada mais country, sacam?) Pensei logo "Gente, que massa, nunca tinha visto um romance do Nicholas nesse estilo..'' Então quando li e vi que as histórias dos dois casais se alternavam, que não só teríamos uma trama que giraria em torno do primeiro, mas o mais cativante pra mim foi ter conhecido aos pouquinhos a HISTÓRIA DE AMOR entre Ira e Ruth!

Me fez ''viajar'' de uma época pra outra, assim sem sair do lugar. Era tão incrível se sentir como Ira, quando ele fazia a gente viajar no tempo junto com ele, enquanto contava a história que viveu com a mulher da sua vida. O mais lindo de tudo, do amor incondicional que ele guardava por ela, mesmo depois de tê-la perdido há tanto tempo, é que ele levava aquele pedaço dela junto de si. E isso era o maior motivo de continuar de pé, mesmo nos momentos de solidão e quando veio a passar pelas dificuldades que acabaram por trazer Luke e Sophia para a vida dele, o que deu a chance de compartilhar com eles como havia sido a vida dele e de Ruth juntos.

(Sophia x Luke)

Foi diferente! Me via alternando as duas histórias (de Ira e Ruth no passado e de Sophia e Luke no presente) e tinha sempre a sensação que queria começar a leitura do dia, com um capitulo de Ira, que me remetia a uma leitura mais pausada e romântica. Depois os capítulos que se seguiam, era um de Sophia (sob a narração de cada personagem) e depois de Luke. Então, quando me via em um universo bastante diferente, enquanto via o romance de Sophia e Luke começar aos poucos, desde o dia em que conversaram pela primeira vez. 

Ás vezes parecia que era praticamente improvável que essas duas histórias se cruzassem em algum ponto em comum. Só que como já disse lá no inicio, quando elogiei a escrita do autor, ele sempre consegue nos surpreender enquanto nos mantém cativados na leitura. Então, sim, ele arrumou um jeitinho especial para que as histórias rendessem e se encontrassem. 

Quando estava na leitura dos capítulos de Sophia e Luke, a leitura era mais leve e fluída.. Cheia de diálogos. Bem jovem, talvez ao mesmo tempo que fosse inusitado o tema de um peão-de-rodeio e um estudante universitária de História da Arte se apaixonarem, talvez também acabou sendo mais fácil imaginar, por já ter convivido ou visto algo assim na vida. Principalmente os leitores que vivem em cidades pequenas, do interior.. cidades universitárias, que crescem com muitas fazendas ao redor.. Foi assim o cenário criado para Luke e Sophia! Voce vai se identificar bastante se for o caso de já conhecer um lugar parecida, mesmo só de passagem, ou morada. 

(detalhes)

Voce quer saber, se eu chorei? Fiquei emocionada, sim, mas o que mais fiquei admirada no livro é que não tinha um drama tão tenso, como costumava ser os outros livro (por exemplo, em UM AMOR PARA RECORDAR, quando o autor mata a nossa personagem principal. Ou em O DIÁRIO DE UMA PAIXÃO, quando Noah e Ellie ficam anos sem se ver, e toda aquele romance meio Romeo e Juliet) Mas sim, fiquei tocada com a forma que o romance andou.. Principalmente quando Luke e Sophia encontraram Ira. E, uma coisa que foi fundamental para que eu desse até CINCO ESTRELAS pra esse romance, para mim foram as cartas de Ira para Ruth e de Ruth para Ira.. Sim,eu me apaixonei por esse casal em especial!

Não vou contar pra voces, nem como nem quando, porque claro que é um detalhe importante pra que voces queiram ler o livro e ver o filme também (sim, o filme também é maravilhoso!). Agora é com voces! Ah, se já leram deixem ai nos comentários oque mais gostaram ou se odiaram, é bom compartilhar opiniões! Mas, se ainda não leu e quer ler, leia logo.. E depois volte aqui e me diga como foi pra voce, certo?

tumblr_nnozjyKwVH1ur3t0go1_540.gif (540×304)
"Amar exige sacrifícios, mas vale a pena"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Inspiraflor | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 | POR:
NOS VISITEVIRANDO AMOR