09/01/2016

Resenha: Ciderela Pop (Paula Pimenta)

Cinderela-Pop-Paula-Pimenta-Banner.jpg (500×342)
Paulinha Pimenta e a recontagem de contos de fadas

É verdade a história que algum dia você fica velho demais (grandinho) pra gostar de conto de fadas? Bem, se é verdade pra algumas pessoas, pode ser, mas pra mim, pra Paula (a escritora) ou talvez pra você que está agora lendo essa resenha, essa historinha de que as pessoas ficam crescidinhas demais e param de gostar desse tipo de histórias, É TOTALMENTE UMA MENTIRA! 

Gosto de jeito da Paula recontar esses nossos tão amados clássicos mundiais, tão bem conhecido por nós meninas, como Conto de Fadas. Eu não sei o quê, mas sem dúvida ajuda bastante o fato de ser contadas (recontadas) por uma apaixonada por princesas tão assumida como ela. É mais isso, no fundo o que me faz admirar a escrita e o trabalho dela como escritora! Bom, até agora li poucos livros dela, mas tenho me identificado muito por causa disso. 

Eu não sei se algum dia eu vou cair nessa de ''ser grandinha demais pra um bom conto-de-fadas-historinha-de-princesa'' mas espero mesmo que não. Aqui com minhas vinte e pouquinhas primaveras continuo tão fã deles quanto a época em que era criança. Tirando o fato de que agora tem mais uma fixação em romances, daqueles dramáticos (Cara, eu não dispenso nunca um bom livro do Nicholas Sparks, aliás se voce quiser me dar um presente, não vai ser difícil de acertar, haha, olha a dica aí!)

"Meu amor. Aquelas palavras, ainda que ditas apenas em pensamento, me assustaram. Mas era exatamente aquilo. Em poucos dias aquele menino tinha se tornado parte do meu mundo e mudado tudo. Mas meu amor teria que ficar ali, escondido no meu coração" Cinderela Pop, Paula Pimenta

 (Cinderela pop)

Nesse livro, a gente conhece a Cintia Dorella, ou como é conhecida DJ Cinderela. Sim, nossa versão moderna da cinderela é uma DJ! Oque é legal, pois no livro voce encontra várias dicas de músicas bacanas mesmo, tem algumas playlists de algumas das festas que Cintia comandava a música. E, sim, é numa dessas festas que ela encontra o Príncipe.. Digo, Fred Prince. 

Fred é meio que uma estrela pop (sabem esse ídolos teen do tipo Justin Bieber ou One Direction?) muito popular, por sinal. Mas não se engane,  se voce acha que Cintia caía de amores igual as amigas, fanáticas por ele, muito pelo contrário, ela não ia com a cara dele, mesmo sem conhecer, claro! (Aqui achei ela bem parecida comigo, assim essas coisas que se fechar pra essas modinhas do momento, ou pelo o menos de ficar com o pé atrás, enquanto não tem uma opinião á respeito. Mas, sim, na maioria das vezes eu já não gosto mesmo e pronto, só porque acho besteira todas as meninas se descabelando por menininho bonitinho só porque canta em um palco e fica lá ignorando todas, enquanto elas fazem deles o centro de suas vidas. Mas.. OKAY! TEM QUEM GOSTE, NÉ?)

Só que a forma como eles dois se conheceram, numa festa á fantasia, onde ela nem tinha como saber quem era ele, visto o detalhe das fantasias (baile á fantasia). Então achei interessante e sincero, até diferente, sabem? (Oque me deixou tão empolgada com a história que terminei o livro logo numa noite! E isso raramente acontece, porque sou o tipo de pessoa que gosta de demorar um pouco mais nas leituras. Mão por preguiça, mas pra conviver melhor com a trama, saborear, aos poucos, acho isso importante!) E foi o que mais me cativou nessa leitura. 

E os clichês?

Não ligo pra isso! Mas.. claro que o drama todo das irmãs invejosas, madrasta falsa, pai bobão, e nossa princesa impedida que explicar todos os desentendidos com seu príncipe, colocam mais emoção nessa recontagem! Sem falar, uma coisa legal, é que no livro a mãe da Cinderela está viva, só que passa por umas circunstancias de distância aí que é um dos motivos das coisas se enrolarem todas ainda mais pra Cinderela. (Legal, né? Porque no conto original, o que dá mais pena é que Cinderela já era órfã de mãe e acaba por perder o pai e fica nas mãos de gente ruim) 

Bom, mas até aé eu já te dei muito SPOILERS, né? Então que tal voce ir lá e se jogar nessa leitura pra voce conferir se é mesmo tudo isso que acabei me empolgando e contando aqui? Aí voce volta aqui e compartilha comigo, Okay? Promete? E se voce já leu, me fala aí nos comentários como foi pra voce, certo?! Espero que essa resenha-ponto-de-vista á respeito do meu conto de fadas favorito tenha feito voce se identificar também! Pode sonhar, amiga, sem medo, como diria nosso maior sonhador Walt Disney "if you dream it you can do it" / "Se voce pode sonhar, voce pode realizar" Vai depender de você.    

            ALGUMAS DAS VERSÕES MAIS CONHECIDAS DE CINDERELA PRO CINEMA:
tumblr_loegmb4gHI1qjcbiwo1_500.gif (500×244)
tumblr_m321y6eDUl1qcnmato2_500.gif (500×230)
tumblr_lm8mxmycqq1qk7bg5o1_500.gif (500×210)

2 comentários:

  1. Ainda não li nenhum livro da autora, acredita? Mas estou nesse grupinho de adorar contos de fadas mesmo depois de adulta, acho que isso não tem idade <3 O livro me pareceu bem leve de se ler, deve ser uma leitura bem gostosa!! Beijos! ;)

    Colorindo Nuvens

    ResponderExcluir
  2. Eu só li o Princesa Adormecida da Paula e quero ler este também.. Não me importo com os clichês rs adoro o ambiente que ela cria para as histórias.

    Beijos
    www.saidaminhalente.com

    ResponderExcluir

Inspiraflor | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 | POR:
NOS VISITEVIRANDO AMOR