18/11/2016

A FÚRIA E A AURORA (Renée Ahdieh)

     A FÚRIA E A AURORA

Gente, sobre esse livro preciso logo dizer que acabei enrolando tanto pra terminar, apesar de ele ter sido aquele tipo de livro que me deixava bem curiosa e presa a ele, sabem quando voce não consegue nem pensar em trocar de livro pra depois voltar pra terminar? (Eu sei, sou louca, sempre acabo deixando algum livro pra começar outro, e depois voltar pra terminar aquele que comecei primeiro) Não me levem a mal, mas é que tinha tanta coisa acontecendo na vida, que nem parece que se passou apenas 1 mês.

Essa leitura foi uma das melhores desse ano! Foi um pouco diferente das que eu estava acostumada a ler. Assim, o livro meio que te lembra AS MIL E UMA NOITES, JASMINE E ALADDIN, e até mesmo A BELA E A FERA. Eu indico pra quem curte um romance desses meio improváveis de acontecer, mas que de alguma forma acabam encontrando um jeitinho de dar certo (pelo menos quando é pra ser), daqueles que voce torce pra que dê certo.

"Lá no final do imenso salão estava Khalid Ibn Al-Rashid, o califa de Khorasan. O Rei dos Reis. O monstro dos meus pesadelos"
(A Fúria e A Aurora)

Os personagens são bem marcantes e a protagonista Sherazade, tem a personalidade forte, o tipo de mocinha corajosa, destemida, dessas que dá orgulho de se ver, pra nós mulheres, quero dizer. Sou o tipo de leitora que parece critica de livros (haha) as vezes largo um livro porque pego birra da mocinha ou mocinho, se ficam com frescuras demais. (Bem assim, rum!) Mas, felizmente não foi assim com Shazi e Khalid..

Sherazade não esperava se envolver com o califa, ela queria lutar contra aquele 'inimigo mortal' aquele que, segundo o ódio que ela sentia, era o responsável por tantas mortes das moças que haviam casado com ele antes, inclusive sua melhor amiga. É dai que nossa mocinha heroína arma o plano que vai mudar o rumo de sua vida de uma vez por todas. O que ela não contava, era que o envolvimento com o califa fosse tão forte a ponto de fazer com que ela se rendesse a esse amor. E que, aquele homem que ela tanto julgara como 'monstro' fosse mais humano do que se podia imaginar.

https://everythingbutthebooks.files.wordpress.com/2016/05/tumblr_lmqdd0wxml1qhc137o1_500.gif?w=604

Eu tô apaixonada! É o primeiro que leio da Renée Adieh, mas agora com toda certeza desse mundo eu já quero muito ler outros livros dela. Essa foi uma daquelas histórias  que eu tenho certeza que vai ficar dentro de mim por muito tempo, e eu vou lembrar com muito carinho dela. (Já esperando o próximo, me surpreenda, Renée!)       

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Inspiraflor | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS © 2017 | POR:
NOS VISITEVIRANDO AMOR